PALAVRAS CRUZADAS #4

Conheci o trabalho de Jarbas Jacome na exposição GIL70. Em seguida, conversamos algumas vezes via internet e ele topou participar do projeto, desde que os ensaios fossem em Cachoeira, no recôncavo baiano, onde ele leciona na UFRB. Ele, Karina Buhr e Alessandra Colasanti não se conheciam e só vieram a se encontrar pela primeira vez nos ensaios na Bahia. Jarbas convidou Aline Brune para se juntar ao grupo e trabalhar na concepção das projeções. O trabalho dos dois é batizado como “música visual”, em que o processamento das imagens é feito em tempo real e diretamente influenciado pelo ritmo da música, ou de algum instrumento pré-definido. Toda essa convivência na cidade se refletiu na narrativa criada por Alessandra Colasanti, que inseriu o espetáculo dentro das tradições e lendas da cidade de Cachoeira. No mesmo clima, Karina trouxe à cena, além das canções do seu repertório, músicas de Edson Gomes, Péricles Cavalcanti e Reginaldo Rossi. (por Marcio Debellian)

VÍDEOS

FOTOS

ROTEIRO

1. Prólogo (Alessandra Colasanti) - Vídeo por VJ Notívago 
2. Ponto do Guerreiro Branco (Domínio Público)
3. Texto em off – Lenda de Iemanjá (Sr. Raimundo Cerqueira, professor e poeta residente em Cachoeira)
4. Pureza de menino (Marcelo Santana)- Desenho e animação de Aline Brune
5. Árvore (Edson Gomes)
6. Texto – A cidade (Alessandra Colasanti)
7. Rosa Alvarinha (Karina Buhr) – Desenho de Karina Buhr, fractais de Jarbas Jácome
8. Texto – Revolução (Alessandra Colasanti)
9. Cara Palavra (Karina Buhr) - Projeção interativa de Jarbas Jácome e Aline Brune 
10. Nassíria e Najaf (Karina Buhr) - Projeção interativa de Jarbas Jácome e Aline Brune
11. Texto - Brega de Dona Cabeluda (Alessandra Colasanti)
12. Texto em off – Programa do Antônio Carlos (Rádio Globo)
13. Desterro (Reginaldo Rossi)
14. Homem Elefante mulher melancia (Karina Buhr)
15. Texto – Emocionalistas (Alessandra Colasanti)
16. Não me ame tanto (Karina Buhr) (Desenhos de Karina Buhr – Projeção interativa de Filipe Calegário)
17. Pra ser romântica (Karina Buhr)
18. Negro amor (It’s all over now baby blue – Bob Dylan – versão de Caetano Veloso e Péricles Cavalcanti)
19. Texto – Parábola (Alessandra Colasanti)
20. Bem Vindas (Karina Buhr)
21. Texto – Anúncio Final (Narração: Aline Brune)

ARTISTAS

KARINA BUHR

Cantora, compositora e ilustradora, começou na música em 1992, integrou a banda Eddie e participou da criação da banda Comadre Fulozinha. Foi atriz do Teatro Oficina e participou das montagens de Bacantes e Os Sertões, dirigidas por José Celso Martinez Correa. Tem dois discos autorais: Eu Menti Pra Você, lançado em 2010, e Longe de Onde, gravado em 2011, eleito pela revista Rolling Stone entre os 10 melhores do ano.

JARBAS JÁCOME e ALINE BRUNE

Jarbas é potiparapernambaiano, cientista da computação, músico e professor do curso de Artes Visuais na UFRB, atuando há mais de 5 anos no campo das artes eletrônicas. Aline é estudante de Artes Visuais também na UFRB, onde experimenta interatividade e movimento no desenho. Os dois começaram a trabalhar juntos em agosto de 2012 para a exposição GIL70 nas instalações Oriente (part. Gilberto Gil) e Corações a Mil de Adriana Calcanhotto.

ALESSANDRA COLASANTI

É graduada em Teoria do Teatro (Uni-Rio), Interpretação (CAL) e Moda (Cândido Mendes), pós-graduanda em Cinema Documentário (FGV), roteirista, atriz, diretora de teatro e cineasta com pesquisa dedicada à linguagem contemporânea, humor nonsense e hibridismos, com trabalhos em teatro, cinema e televisão. Desde 2006 desenvolve trabalho multimídia em torno da personagem Bailarina de Vermelho em que converge performance, intervenção, teatro, cinema, fotografia e graffiti.